5 dicas para otimizar os custos de uma obra

O sucesso de qualquer construção é fruto natural de três itens muito importantes: qualidade do serviço, entrega dentro do prazo e custo de obra dentro do estimado. Mantendo estes pontos alinhados e acompanhados, de forma que nada saia do previsto, não há como haver qualquer tipo de insucesso. Para garantir que seu planejamento esteja sempre alinhado e sua obra seja otimizada da melhor forma, trouxemos algumas dicas que serão muito úteis para sua empresa.Confira agora!

Mantenha os custos da obra dentro do planejamento

Para não ter surpresas desagradáveis, o melhor é fazer um bom planejamento das etapas. Alguns problemas que podem surgir são: falta de produtos, quebra de equipamentos, mão de obra desqualificada, prazos descumpridos, entre outros. Envolva sempre toda a equipe no projeto, assim é possível garantir que todos contribuirão da melhor forma. Os melhores planejamentos irão envolver orçamento detalhado, perspectivas, análises, programações, contratação de fornecedores, controle financeiro e toda gestão da obra. Portanto, estabelecendo uma boa visão das etapas futuras e metas que deverão ser atingidas, não há como se perder no processo.

Alugue os equipamentos para reduzir os custos de uma obra

Cada vez mais, construtoras em todo o país têm adotado a política de aluguel de equipamentos ao invés de comprá-los. Comprar um equipamento traz inúmeros gastos com itens como: manutenção, seguro, consertos em geral, inspeções, armazenamento e transporte de uma frente para a outra. E estes casos não são pontuais – afinal, a tendência natural é que os gastos aumentem com o tempo, já que os equipamentos ficarão mais desgastados e exigiram maiores cuidado com manutenção. Se você opta pela utilização de equipamentos alugados, a economia começa já no momento da decisão, e seu dinheiro não ficará parado em uma máquina que provavelmente não terá uso constante.

Crie uma política para evitar desperdícios

Hoje em dia, engenheiros e arquitetos utilizam uma forma de processo linear no planejamento que permite verificar as falhas somente durante a execução da obra. Uma ferramenta que tem ajudado nesse ponto é o BIM (Building Information Modeling), que possibilita empresas a experimentar um processo simultâneo e colaborativo, em que é possível verificar erros e evitar diversos desperdícios.

Garanta a qualificação da mão-de-obra

No Brasil, os custos de uma obra com mão-de-obra no setor de construção são dos mais altos em toda história. Esse setor tem buscado investir muito mais em recursos desse tipo a longo prazo, do que em máquinas e equipamentos específicos, mas essa decisão pode trazer consequências indesejadas. Os trabalhos manuais, principalmente os realizados por equipes sem as devidas qualificações, podem acarretar uma incidência maior de erros, atrasando todo o projeto. Especialmente em grandes construções, as equipes envolvidas no trabalho precisam realizar suas tarefas de forma ágil, econômica e precisa. Assim, a cada dia se torna mais importante o investimento em treinamentos e conhecimentos práticos. É importante lembrar também que investir em melhores qualificações é, também, investir na satisfação dos funcionários, o que garantirá resultados mais eficazes.

Use a tecnologia para acelerar processos e melhorar os custos de uma obra

Por último, outro ponto que se torna cada vez mais relevante quando o assunto é redução dos custos de uma obra é saber aproveitar os aplicativos mobile que ajudam na gestão de cada etapa das obras. Não faltam pontos positivos para eles, como, por exemplo, sua capacidade de coletar diversos tipos de dados, mesmo quando desconectados, ou ainda integrar os variados sistemas de gestão e canteiros de obra. Segundo relatos este tipo de tecnologia possibilita um aumento de produtividade em até 20%.

Gostou do nosso post de hoje? Quer ficar sempre por dentro de tudo o que acontece e receber os novos artigos em primeira mão? Então não deixe de assinar nossa newsletter!