EU VIVO A SELEÇÃO

COPA DO MUNDO, SELEÇÃO BRASILEIRA, FUTEBOL DE BASE, AO VIVO, JOGOS, ESCALAÇÕES, PALPITES ONDE A BOLA ROLA

Psol não fecha as portas para Cartaxo e marca data para definição em João Pessoa

Cartaxo e o PSOL

O diretório do Psol de João Pessoa definiu m resolução, após reunião na noite desta segunda-feira (1), dar o prazo de 15 de julho para definir a posição do partido na disputa à prefeitura de João Pessoa.

O partido tem a pré-candidatura do servidor Celso Batista formalizada desde janeiro, mas recentemente abriu o diálogo com outras legendas da esquerda.

Na resolução, o Psol afirma que “a prioridade para o PSOL é derrotar a extrema direita, com relevante destaque em algumas cidades, como em João Pessoa, onde esse campo político teve uma votação expressiva em 2020 e 2022”.

Uma ala do Psol defende apoio ao deputado Luciano Cartaxo (PT) na disputa na capital. O nome do petista será homologado nesta terça-feira (2) após um longo processo de indefinições internas.

A possibilidade de retirada da pré-candidatura de Celso Batista para apoiar Cartaxo, no entanto, não é consenso. No fim de semana, lideranças do Psol divulgaram uma carta condenando as articulações conduzidas pelo militante Tárcio Teixeira, sem um debate mais democrático entre os filiados.

Antecipação da convenção

O diretório também pretende dialogar com a Rede, partido com quem está formado em federação, para manter a tradição de ser a primeira legenda a realizar convenções partidárias. O prazo tem início no dia 20 de julho e termina no dia 5 de agosto, conforme o calendário eleitoral. Além da definição da chapa majoritária, os partidos devem se unir para lançar uma lista conjunta de pré-candidatos a vereador.

RESOLUÇÃO ELEITORAL

DIRETÓRIO MUNICIPAL DO PSOL JOÃO PESSOA

Em 20 de julho temos o início do prazo para realização das convenções eleitorais, assim retomamos aqui a memória da nossa construção em João Pessoa de forma a apontar encaminhamentos necessários. Em novembro de 2023 o Diretório Municipal, com base nas deliberações dos Congressos Nacional e Estadual, aprovou por unanimidade uma resolução eleitoral que apontava a tarefa de unir a esquerda e derrotar a extrema direita. Naquele momento destacaram-se como referências da extrema direita na nossa capital as já apresentadas pré-candidaturas de Cícero Lucena (Progressistas), atual Prefeito da Capital; Marcelo Queiroga (PL), ex-ministro da Saúde do Governo Bolsonaro; e Nilvan Ferreira (esse último desistiu de ser candidato na capital); atualmente, as duas primeiras pré-candidaturas permanecem acrescidas da pré-candidatura de Ruy Carneiro (Podemos).

Foi apresentado como tarefa a ser perseguida pelo PSOL, seguindo a tática da Unidade Democrática pela Paraíba, a unidade do campo popular nas eleições 2024.

Propomos em João Pessoa assumir o protagonismo deste debate, mas sem ficarmos à espera das definições dos outros partidos, bem como, fortalecer a chapa proporcional em construção junto à Federação PSOL REDE. Em reunião realizada em 22 de janeiro de 2024, fizemos um rico debate e apontamos como relevante: 1. definir nossa pré-candidatura majoritária para ocuparmos espaço na cidade e na mídia; 2. dialogar com os demais partidos do campo popular para construção da unidade;3. construir o programa eleitoral. Diante de tais questões encaminhamos três comissões, uma para acompanhar/auxiliar nosso pré-candidato no processo, outra para estabelecer diálogo com os demais partidos e uma para construir a proposta de seminário para construção do programa. As comissões seguiram fazendo suas tarefas.

A Direção Estadual do PSOL na Paraíba, reunida no dia 16 de março do ano corrente, aprovou resolução de tática eleitoral, desta, queremos destacar dois pontos que convergem com o que foi encaminhado por esta instância municipal:

• Ponto 2. A tarefa apontada como prioritária para o PSOL é derrotar a extrema direita, com relevante destaque em algumas cidades, como em João Pessoa, onde esse campo político teve uma votação expressiva em 2020 e 2022;

• Ponto 8. Trabalhar pela unidade do campo das esquerdas na construção de Frentes Democráticas para a luta política contra a extrema direita e por um Programa Democrático e Popular para a disputa das eleições e para as lutas do cotidiano. Referenciado nesse percurso, o Diretório Municipal do PSOL João Pessoa resolve:

1. Afirmar o acerto da resolução eleitoral aprovada pelo Diretório Municipal e referendada em plenária de filiados/as no dia 12 de dezembro de 2023;

2. Destacar o acerto do diálogo com o Partido dos Trabalhadores – reuniões realizadas com o Presidente do PT (Marcus Túlio), Deputada Estadual Cida Ramos, Deputado Federal Luiz Couto, Deputado Estadual Luciano Cartaxo, para construção de uma possível unidade e reuniões/debates com foco na: construção do Programa de Governo; composição de alianças sem partidos que são vetos do PSOL; composição de coordenação de campanha de uma possível chapa unitária com representação de todos os partidos envolvidos; perfil e participação em um possível governo de unidade;

3. Estabelecer o limite do dia 15.07 como prazo para avaliar se tivemos os avanços nos diálogos e deliberar em Diretório Municipal sobre a manutenção da candidatura própria do PSOL ou coligação entre PSOL, PT e outros partidos que venham a ser incorporados durante o processo;

4. Dialogar com a REDE a possibilidade de manter a tradição do PSOL em ser o primeiro partido a realizar Convenção Partidária, construindo data em comum acordo.

João Pessoa/PB, 01 de julho de 202