EU VIVO A SELEÇÃO

COPA DO MUNDO, SELEÇÃO BRASILEIRA, FUTEBOL DE BASE, AO VIVO, JOGOS, ESCALAÇÕES, PALPITES ONDE A BOLA ROLA

Sem categoria

Lucas Piton recebe orientações de Felipe Maestro e aumenta lista de assistências com a camisa do Vasco

Lucas Piton recebe orientações de Felipe Maestro e aumenta lista de assistências com a camisa do Vasco Terça-feira, 02/07/2024 – 09:38 Nos dois últimos jogos do Brasileirão, derrota para o Bahia e empate com o Botafogo, o Vasco teve algo em comum: assistência de Lucas Piton. O lateral-esquerdo de 23 anos, com a “bênção” de ninguém menos que Felipe, aumentou sua lista de assistências com a camisa do clube.

Na Fonte Nova, o gol do Vasco saiu aos 20 minutos do primeiro tempo: após ótimo contra-ataque, Piton recebeu de Adson pela esquerda e deixou Paulo Henrique na boa para empurrar para o gol vazio.

Já no clássico do sábado passado, o lateral-esquerdo acertou cruzamento aos 39 do segundo tempo na cabeça de Vegetti, que colocou no cantinho do goleiro John para empatar. Antes desses dois lances, a única assistência de Lucas Piton na temporada havia sido no empate por 2 a 2 com o Bangu, em janeiro, pelo Campeonato Carioca.

Com quatro gols até o momento, Piton nunca balançou tanto as redes quanto em 2024. Por outro lado, o lateral-esquerdo ainda corre atrás da sua melhor marca em número de assistências: no ano passado, ele deu sete passes para gol.

Conversas com Felipe

Na semana passada, um dos vídeos de treinamento divulgados pelo Vasco nas redes sociais mostra o trecho curto de uma conversa entre Lucas Piton e o diretor-técnico Felipe “Maestro”. A imagem viralizou entre os torcedores.

Os dois não se conheciam até trabalharem juntos no Vasco. Felipe conversa bastante com os jogadores nos treinamentos, e Piton costuma receber atenção especial do agora dirigente. Afinal, ele foi um especialista da posição.

Nessas conversas, o lateral-esquerdo do Vasco recebe dicas e orientações. Ele também tira dúvidas sobre as atividades dos treinamentos.

Com uma canhota que fez história no futebol brasileiro, Felipe surgiu no Vasco como lateral e fez parte da equipe que conquistou duas vezes o Campeonato Brasileiro (1997 e 2000), a Libertadores de 1998 e a Mercosul de 2000. Mais tarde, já atuando mais avançado, como volante, foi peça fundamental no título da Copa do Brasil de 2011.

Fonte: ge