Praticar esportes pode ser um valioso tratamento contra doenças

Em primeiro lugar, eu acho que as pessoas passam aquilo que vieram pra passar, e você não tem que se deixar abater por causa de uma dor porque ninguém vive a sua dor, a dor é a musculação melhorou demais a minha qualidade de vida, melhorando meus movimentos, minha amplitude então hoje eu consigo fazer coisas que para mim eram muito mais difíceis, esticar um braço, agachar, era muito mais limitada e hoje eu consigo me exercitar de uma forma mais fácil, no meu dia-a-dia, dentro de casa e me movimentar melhor, diminuir as dores com a doença inflamatória que atinge principalmente as articulações da mão e dos pés, do dedo a gente trabalha dentro dos limites que a pessoa tem de maneira geral o esporte vai melhorar sua qualidade de vida por exemplo vai melhorar sua capacidade e força vai melhorar sua resistência vai melhorar sua capacidade de se locomover como regra isso faz com que as pessoas tenham uma qualidade de vida melhor.

Eu faço qualquer exercício que meu personal trainer indica. Procuro sempre fazer série pesada para ganhar mais força Sabe-se que o parkisoniano tem uma deficiência que se chama bradicinesia que é uma movimentação mais lenta do seu corpo e o fato de você treinar essa variável de potência faz que a pessoa tenha uma capacidade até de se locomover com maior qualidade.

A pessoa que não faz exercício nenhum, o Parkinson avança mais rápido. É um bem social e emocional. Você convive e interage com outras pessoas e você supera seus limites e você supera seus limites e isso te dá cada dia mais força pra você ir atrás de um outro limite e ver que você consegue fazer as coisas Venham! Aqui é o meu segundo lar Então venham pra uma academia Seja aqui, seja onde for mas façam exercício, caminhem. Pra você que está em casa, me assistindo agora, tenha certeza que você necessita de exercícios pra conviver com a doença o exercício é vital.