Qual a mágica dos dirigentes da Ponte Preta para quitar salários ?


Qual a mágica dos dirigentes da Ponte Preta para quitar salários ?

Bem, o importante é que Marco Eberlin tem honrado os compromissos do clube, o que é um bom sinal. Mas é preciso melhorar a posição do time na SÉRIE B

Na gestão de seu antecessor, Sebastião Arcanjo, até greve de silêncio foi registrada pelos atletas, em protesto aos recorrentes atrasos de salários.

Categorias: Colunas

Por: ARIOVALDO IZAC – –, 28/05/2022

cartola Freepik 2022 Arte do cartaz vetor criada por macrovector – br.freepik.com

Campinas, SP, 27 (AFI) – A informação da direção Ponte Preta sobre pagamento em dia dos salários dos jogadores deveria ter sido acrescida das fontes de arrecadação para respectiva quitação.

Se gestões anteriores atrasaram rotineiramente os salários, qual a origem das receitas para quitação do mês da boleirada, considerando-se um elenco inchado de aproximadamente 40 jogadores? Seriam apenas receitas de televisão, bilheteria e marketing, ou tem empresário em parceria para ajudar a bancar os débitos?

Quando assumiu a presidência da Ponte Preta, Marco Eberlin prometeu transparência total. Bem, o importante é que ele tem honrado os compromissos do clube, o que é um bom sinal.

Talvez sequer tivesse sido interrogado sobre a origem dos recursos, mas seria prudente que mostrasse qual a mágica que tem sido feita para o dinheiro aparecer, considerando-se que na gestão de seu antecessor, Sebastião Arcanjo, até greve de silêncio foi registrada pelos atletas, em protesto aos recorrentes atrasos de salários.

ERROS

Para o pontepretano, duro é saber que tem boleiro no elenco que só deu prejuízo, pois foi contratado e não joga.

Ou quando escalado nada acrescenta.

Claro que isso é colocado na conta de Eberlin, do coordenador de futebol Luís Fabiano e treinadores Gilson Kleina e Hélio dos Anjos que deram palpites errados.

HÉLIO DOS ANJOS

Da fala do treinador Hélio dos Anjos de que ‘nunca teve tanta liberdade para realizar seu trabalho dentro de campo, como na Ponte Preta’, conclui-se por mais um erro dos dirigentes do clube, pois deveriam mostrar-lhe o comprometimento na insistente escalação do zagueiro Fabrício.

Em outras ‘plagas’ certamente haveria a necessária intromissão de dirigentes para que o treinador não incorresse em tamanho erro.ARTE DA CARTOLA

Arte do cartaz vetor criada por macrovector – br.freepik.com

Confira também:

Fonte: www.futebolinterior.com.br/qual-a-magica-dos-dirigentes-da-ponte-preta-para-quitar-salarios